Doenças profissionais provocadas pelo amianto no Brasil e a construção dos contra-poderes: uma abordagem em saúde, trabalho e gênero

Este artigo é um dos resultados da pesquisa “Amianto e suas Conseqüências Sócio-Familiares: uma abordagem comparativa franco-brasileira” que foi realizada no Brasil nos anos de 1995-1997, financiada pelo INSERM/França e CNPq/Brasil. A versão original e reduzida deste artigo foi apresentada com o título “A invisibilidade social das Doenças Profissionais provocadas pelo Amianto no Brasil: uma abordagem interdisciplinar em saúde, trabalho, meio ambiente e gênero” no V Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (ABRASCO), Águas de Lindóia, 1997.

Para ler o artigo completo clique aqui.

Acessos: 147